Computação Física: arte e ensino de programação

  • Claudia Baptistella Oliveira Faculdade Mozarteum de São Paulo
  • Cláudio Luís Vieira Oliveira Faculdade de Tecnologia de Jundiaí, Campinas e Bragança Paulista
Palavras-chave: arte, educação, arduino, scratch, computação física

Resumo

O presente artigo vem apresentar uma ferramenta adicional ao ensino de lógica de programação de uma maneira mais lúdica, que permite entreter mais o indivíduo, trabalhando com o poder da criatividade proporcionando um maior aprendizado. A arte como instrumento de expressão, possui o potencial para transmutar o que não possui um atrativo imagético, em algo muito mais interessante, trazendo mais prazer no aprender. Transformar simples módulos eletrônicos em módulos temáticos e lúdicos, faculta muito mais interesse, aguça a percepção, melhora a expressão, a criatividade e a aprendizagem se tornam muito mais efetiva. O ser humano possui o direito de se expressar e interagir, bem como de se relacionar com ferramentas que ele um dia nem pensava em conquistar, trazendo ao indivíduo a inclusão que todos merecem. Observando o interesse das pessoas perante os módulos temáticos, foi possível notar que se comprovaram a eficácia das melhorias feitas nestes módulos, indicando que a arte pode auxiliar, amplificar as experiências e a criatividade, facilitando o ensino de lógica da programação.

Referências

CAMPOS, Moema Craveiro, A Educação Musical e o Novo Paradigma, Rio de Janeiro, Enelivros, 2.000.

GARLET, D.; BIGOLIN, N. M.; SILVEIRA, S. R. Pesquisa geral na homepage oficial. Uma Proposta para o Ensino de Programação de Computadores na Educação Básica. Disponível em: http://w3.ufsm.br/frederico/images/DanielaGarlet.pdf. Acesso em: 25/02/2019.

LANGER, S.K., Sentimento e forma, São Paulo, Perspectiva, 1980.

OLIVEIRA, C. B. Arteterapia na descontração e interação familiar. Trabalho de Conclusão de Curso do curso de Pós-graduação em Arteterapia na Educação da Faculdade Associada Brasil – FAB, 2018.

OLIVEIRA, C. B. A arte aliada ao ensino de programação - A arte e o Arduino. Trabalho de Conclusão de Curso do curso de Graduação em Artes Visuais da Faculdade Mozarteum de São Paulo, 2019.

OLIVEIRA, C. L. V.; OLIVEIRA, C. B. Facilitando o Ensino de Lógica de Programação e Eletrônica através de Scratch, Arduino e Making de Baixo Custo. Conferência Scratch Brasil 2017. Trabalho apresentado. Universidade de São Paulo, 2017.

OLIVEIRA, C. L. V. & ZANETTI, H. A. P. Arduino Descomplicado: aprenda com projetos de eletrônica e programação. SP: Ed. Érica, 2017.

SOUZA, R. B. de O uso das tecnologias na educação. Texto da Revista Pátio de agosto 2012 nº 63. Disponível em http://clickeaprenda.uol.com.br/sg/uploads/mural/arquivos/Revista_patio_uso_das_tecnologias_educacao.pdf. Acesso em 10/10/2018.

WINNICOTT, D. W. Pesquisa geral na homepage oficial. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro – RJ., Imago, 1975. Disponível em: https://pt.scribd.com/doc/36952660/O-Brincar-e-a-Realidade-D-W-Winnicott-1975. Acesso em 27/02/2019.
Publicado
2019-08-29
Como Citar
OLIVEIRA, C.; OLIVEIRA, C. L. Computação Física: arte e ensino de programação. Revista Brasileira em Tecnologia da Informação, v. 1, n. 1, p. 48-55, 29 ago. 2019.
Seção
Artigos